E-mail
Assine já!
Notícias Unisite

30/11/2010 - 08:06:53

Censo 2010 mostra que Tupã tem 2.012 mulheres a mais que homens

ALTERA O
TAMANHO DA LETRA


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os resultados do Censo 2010. De acordo com os dados a população de Tupã teve acréscimo de apenas 159 habitantes nos últimos 10 anos. Segundo o IBGE, a cidade registrou durante o último Censo 63.492 moradores contra 63.333 habitantes contabilizados no Censo 2000.

Os resultados mostraram também que as mulheres já são maioria. Pelo Censo 2010, a cidade conta atualmente com 32.752 mulheres contra 30.740 homens. Ou seja, Tupã tem hoje 2.012 mulheres a mais que homens. Os dados revelam ainda a redução no número de habitantes que residem na zona rural. São 60.946 moradores na zona urbana e apenas 2.546 habitantes em propriedades rurais.

Se o crescimento populacional em Tupã ficou aquém do esperado, principalmente levando em consideração o grande aumento no número de imóveis construídos na cidades nos últimos anos (totalizando 23.229 imóveis), cinco cidades da região apresentaram queda no número de habitantes.

Arco-Íris, por exemplo, perdeu 238 habitantes nos últimos 10 anos, passando de 2.163 moradores em 2000 para 1.925 habitantes em 2010. Já em Bastos a redução foi de 127 habitantes, passando de 20.588 para 20.461 moradores.

Já em Iacri, a redução foi ainda maior. Em 2000 o Censo registrou 6.783 moradores, número que caiu 6.419 neste ano, uma diminuição de 364 habitantes. Parapuã é outro município que também regrediu em termos de população. A cidade perdeu 260 moradores, passando de 11.104 moradores para 10.844. Em Rinópolis, a queda foi de 320 habitantes. Em 2000 a cidade contava com 10.255 moradores, número que caiu para 9.935 neste ano.

Alguns dos municípios que tiveram redução no número de habitantes entre os anos de 2000 e 2010 já se preparam para contestar os dados divulgados pelo Censo. De acordo com o IBGE, as prefeituras têm até o dia 24 de novembro para apresentar suas avaliações sobre os números divulgados.

Em caso de diferença, uma comissão vai avaliar as informações e as possibilidades de alteração. Até agora, o instituto não recebeu nenhuma contestação oficial por parte dos municípios. O IBGE também informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que durante esse prazo, as equipes de recenseadores continuarão nas ruas e podem retornar aos domicílios habitados, mas onde ninguém foi recenseado porque o morador não foi encontrado.

Para agendar a entrevista, a população pode ligar gratuitamente até o dia 24 para 0800 7218181 ou enviar formulário por meio do link http://www.censo2010.ibge.gov.br/cadastro_nao_recenseado.php. Os resultados da coleta do Censo 2010 podem ser acessados no endereço www.censo2010.ibge.gov.br. No dia 29 de novembro, será divulgado o resultado final das populações dos municípios.

Dados nacionais

Segundo o Censo 2010, a população brasileira é de 190.732.694 pessoas. Em relação ao Censo 2000, a população brasileira cresceu 12,3% em uma década, o equivalente a 20,9 milhões de brasileiros. Mas ritmo de crescimento, porém, foi inferior aos 15,6% verificado na década anterior (1991 a 2000).

A população, hoje, é ainda mais urbana do que há 10 anos. Em 2000, o IBGE apurou que 81% dos brasileiros viviam em cidades, contra 84% em 2010. A Região Sudeste continua sendo a mais populosa do Brasil, com 80.353.724 pessoas, embora tenha perdido participação na última década, de 42,8% para 42,1% da população brasileira.

Os resultados indicam também que existem 3,9 milhões de mulheres a mais do que o número de homens. Os dados indicam que da população brasileira é de 190,7 milhões, sendo 97,3 milhões de mulheres e 93,3 milhões homens. A única região do país onde o número de homens supera o de mulheres é a Norte, onde existem 8 milhões de homens e 7,8 milhões de mulheres.

Na Região Centro-Oeste são 6,97 milhões de homens e 7,07 milhões de mulheres. Na Região Nordeste residem 25,9 milhões de homens e 27,1 milhões de mulheres. O Sudeste concentra 39 milhões de homens e 41 milhões de mulheres. E no Sul vivem 13,4 milhões de homens e 13,9 milhões de mulheres.

Ainda de acordo com o IBGE, o Brasil tem hoje 23,7 mil brasileiros com mais de 100 anos. A Bahia é o estado com o maior número de brasileiros centenários, com 3.525. Depois vem de São Paulo (3.146) e Minas Gerais (2.597). Os dados são preliminares e referentes ao Censo Demográfico 2010. Eles foram divulgados hoje (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os números do Censo Demográfico também mostraram uma diminuição no ritmo de crescimento populacional nos estados de São Paulo, Minas Gerais e do Rio de Janeiro, embora eles representem ainda 40,28% do total da população brasileira em 2010, de 190,7 milhões de pessoas.

Pelos dados do IBGE, na última década a população urbana subiu de 81,5% para 84,35%, o equivalente a 160,8 milhões de pessoas, enquanto 15,65% da população (29,8 milhões) viviam em áreas rurais. Os estados que registraram crescimentos populacionais mais expressivos foram o Amapá (40,18% de expansão), Roraima (39,1,%), e o Acre (31,44%).



Município
Total da População 2000
Total de Homens
Total de Mulheres
Adamantina
33.497
16.375
17.422
Arco-Íris
2.163
971
954
Bastos
20.588
10.040

10.421
Borá
795
422
383
Dracena
40.500
21.406
21.857
Herculândia
7.992
4.351
4.345
Iacri
6.783
3.249
3.170
Osvaldo Cruz
29.648
15.554
15.363
Paraguaçu Paulista
39.618
21.264
21.017
Parapuã
11.104
5.535
5.309
Pompéia
18.171
9.792
10.171
Quatá
11.655
6.412
6.416
Queiroz
2.171
1.424
1.384
Quintana
5.443
2.971
3.037
Rinópolis
10.255
5.051
4.884
TUPÃ
63.333
30.740
32.752

Folha do Povo